A Pf Justificou O Uso Dos Equipamentos Como Uma Medida Para Garantia Da Segurança Da Transferência.


São José dos Pinhais impõe ritmo e vence fora de casa A vitória foi por 3 a 0 sobre a equipe mineira do Lavras. São José dos Pinhais superou a pressão de mais de 2.500 torcedores e garantiu os três pontos necessários para se manter entre  primeiras posições na Superliga B feminina 2018. A vitória foi por 3 a 0 (25/14, 25/21 e 25/19), em 1h28 de jogo sobre o Lavras Tênis Clube, em Lavras (MG), na casa do adversário. A equipe são joseense saiu de quadra com uma importante vitória na quarta e penúltima rodada da fase classificatória. Para o técnico Alex Paiva, taticamente o time fez uma grande partida e volta para a casa otimista e na briga direta pela segunda colocação. "No primeiro set conseguimos direcionar o saque, anulando assim as principais ações ofensivas da equipe de Lavras. Já no segundo tive tivemos dificuldades onde acabamos ficando atrás por 7 pontos, sofrendo com o espetáculo à parte da torcida da casa que empurrou e o time cresceu em quadra. Nesse momento fizemos uma inversão e com a entrada da Cibele e da Bianca conseguimos acalmar a situação dentro de quadra e voltamos para o jogo. No terceiro set mantivemos a mesma estratégia e o plano tático funcionou", resumiu o técnico. A ponteira são joseense Maiara Basso foi eleita a melhor da partida pelos organizadores do confronto.

A Polícia Federal usou algemas nas mãos e nos pés de Cabral ao transferi-lo, o que levou Moro a cobrar explicações da corporação. A PF justificou o uso dos equipamentos como uma medida para garantia da segurança da transferência. Preso desde novembro de 2016, Cabral tem 21 acusações criminais pelo Ministério Público e já acumula 87 anos e quatro meses de prisão, em quatro condenações: uma na 13ª Vara Federal de Curitiba e outras três na 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. STJ nega volta de Cabral ao Rio de Janeiro Impresso do site do Jornal Destak, em www.destakjornal.com.br STJ nega volta de Cabral ao Rio de Janeiro Ministro Humberto Martins mantém o ex-governador preso em Pinhais (PR) O ministro Humberto Martins, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou, nesta terça-feira (30), mais um pedido do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral Filho para voltar à cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte da capital fluminense. Na semana passada, Cabral já havia tido pedidos por sua volta ao Rio negados pelos tribunais regionais da 2ª Região (RJ e Espírito Santo) e da 4ª Região (responsável por toda a região Sul).

Isso, claro, é uma quimera, uma idiotice. Tem razão a Senhora Presidenta do STF, Ministra Carmen Lúcia, estamos todos fartos desse judiciário disfuncional, usurpador e entreguista. Se Humberto Eco foi assertivo ao dizer que a internet liberou infindáveis legiões de néscios, ele esqueceu de acrescentar à turma os comentaristas e ditos analistas de política e economia que infestam as televisões, rádios e jornais da mídia comercial e monopolista. No campo popular, hegemonizado pela figura de Lula, pairam dúvidas e desconfianças sobre os próximos passos – a resistência ao cerco remete a imagem do “gato acuado”, que luta com todas as garras para se livrar da ameaça iminente.

são josé dos pinhais